A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP)


A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma das doenças endócrinas mais comuns, podendo acometer até 1 em cada 5 mulheres em idade reprodutiva.


Considerada por muito tempo um distúrbio da esfera reprodutiva (pelas alterações menstruais e infertilidade) e estética (pelas manifestações hiperandrogênicas, como excesso de pêlos e acne), hoje em dia a SOP é considerada também um importante fator de risco cardiovascular, pela associação a condições como #obesidade, apneia do sono, hipertensão, #resistenciaainsulina, #diabetes e aterosclerose.


O diagnóstico da #SOP é um diagnóstico de exclusão, devendo ser afastadas outras causas, como medicamentos (anabolizantes e glicorticoides) e outras doenças endócrinas (hiperplasia adrenal congênita, S. Cushing, acromegalia, #hiperprolactinemia, #disfunçõestireodianas e tumores virilizantes).


São definidos alguns critérios para o diagnóstico da SOP (após exclusão de outras causas), devendo estar presentes pelo menos 2 dentre os seguintes critérios: 1. Disfunção menstrual/anovulação. 2. Ovários policísticos ao ultrassom. 3. Hiperandrogenismo (pêlos em excesso, acne etc) ou hiperandrogenemia (níveis elevados de andrógenos no sangue).


É importante observar os seguintes cuidados para a avaliação diagnóstica: 1. A investigação deve ser realizada em pacientes sem uso, há pelo menos 3 meses, de contraceptivos hormonais, para que não haja interferência na avaliação clínica, laboratorial e ultrassonográfica. 2. O Ultrassom dos ovários deve ser realizado na fase folicular precoce (entre terceiro e quinto dia do ciclo menstrual). 3. O diagnóstico na adolescência é mais difícil devido à imaturidade do eixo hormonal, e por isso nem sempre pode ser realizado. Pode-se aguardar a paciente completar os 18 anos de idade para firmar o diagnóstico ou considerar a presença dos 3 critérios acima.


O tratamento deve ser individualizado conforme os objetivos da paciente (se deseja a concepção ou a contracepção, por exemplo), os sintomas e as comorbidades, com o objetivo de melhora clínica e prevenção de riscos a longo prazo (como hiperplasia e câncer de endométrio e as doenças cardiovasculares e metabólicas).


Para mais informações, contato para marcação de consultas e local de atendimento, acesse o site: www.ceciliafinotti.com

1 visualização0 comentário